» » Musculação e Tendinite: veja dicas para evitar este problema

Musculação e Tendinite: veja dicas para evitar este problema

Se você malha há algum tempo, já passou por este problema ou conhece alguém que tenha tido algo parecido, mas a musculação e a tendinite podem estar ligadas ao excesso de exercícios ou falta de cuidados na hora de pegar peso. Assim, além de saber como evitar a tendinite na musculação é muito importante para garantir a eficácia dos exercícios e não prejudicar sua saúde.

O que é tendinite

A tendinite, como o nome já sugere, é a inflamação dos tendões, ou seja, das articulações. São diversas as causas desta doença como uma alimentação inadequada, problemas de desidratação nos tendões, etc., mas ela afeta bastante as pessoas que fazem musculação devido ao esforço físico muito grande e com bastante peso.
Os sintomas da tendinite incluem muita dor no local lesionado, inchaço, vermelhidão e impossibilitará você de realizar determinado movimento de tanto que será a queimação.
Para quem pesa muito peso, ela pode aparecer nos ombros ou pulsos, por exemplo. Se você sentir que está difícil fazer aquele exercício de costume devido à grande dor e notar que está inchando o local, procure imediatamente um médico para realizar exames.

Como evitar a tendinite na musculação

Se a maior causa da tendinite são os esforços repetitivos e na musculação os treinos exigem isso, respeite sempre as pausas entre os exercícios, tanto nos intervalos das séries como no tempo de 48 horas de descanso entre o mesmo treino. Assim, o músculo poderá descansar e não ficará sobrecarregado.
Utilizar uma postura correta no momento de realizar exercícios repetitivos também é ideal até mesmo para evitar algum tipo de lesão mais grave.

Os alongamentos fazem parte da prevenção desta inflamação e são essenciais quando você faz exercícios repetitivos a fim de deixar os músculos relaxados e alongados e evitar contrações forçadas que levam até a uma inflamação do músculo, ligamento ou tendão.
Alongue sempre antes e depois de realizar os exercícios na academia e previna-se contra a tendinite e outras lesões que possam ocorrer com exercícios de peso.

O tratamento da tendinite te deixará fora da academia por um tempo e depois que retornar, deverá se concentrar em exercícios de fortalecimento. Durante o tratamento, terá que fazer muita fisioterapia, compressas e exercícios que ajudem os tendões a reestabelecerem, além de, claro, ter que tomar medicamento anti-inflamatório.
Então pense bem antes de exagerar nos treinos e querer passar de seus limites, pois poderá ganhar de presente uma tendinite e ao invés de acelerar o treino, atrasará ainda mais, já que ficará um bom tempo longe dos pesos da academia.
Lembre-se que os melhores treinos são aqueles que respeitam os limites de cada um e evitam qualquer tipo de dano à saúde do atleta, ou seja, não existe nenhum tipo de milagre para te deixar forte de um dia para o outro. O máximo que pode acontecer é fazer algum mal aos músculos do seu corpo. Conclusão: respeite o seu tempo na musculação.
Fique de olho na tendinite durante a musculação e previna-se contra esta doença.

Atualizado em: 21/08/2018 na categoria: Dicas