» » Desenvolvendo o peitoral superior

Desenvolvendo o peitoral superior

Escutamos muito o pessoal reclamando que possui dificuldade para desenvolver o peitoral superior. Neste post estaremos trazendo a você praticante iniciante e intermediário de musculação algumas dicas e um treino para dar ênfase a porção superior de seu peitoral.

É importante salientar que não existe a possibilidade de isolar completamente a porção superior do peitoral, porém o que pode ser feito é dar uma ênfase maior e tentar estimular mais esta região, que dependendo da pessoa, predisposição e da concentração de fibras musculares poderá surtir bom efeito. Naturalmente, se o objetivo é tentar estimular a parte superior, exercícios que ’solicitem’ mais a porção inferior como supino declinado e crucifixo declinado (entre tantos outros), podem não ser muito interessantes neste programa de treino.

1- Vamos começar com o excelente supino inclinado com halteres. Atualmente muitos fisiculturistas estão considerando ele o pai dos exercícios para desenvolvimento do peitoral, onde a angulação favoreceria um desenvolvimento mais homogêneo. Houve um tempo que o supino reto era o preferido, mas muitos parecem estar mudando de opinião. Os benefícios dos halteres sobre a barra são diversos também, porém isto é assunto para outra postagem.
2-Adicionalmente estaremos incluindo o exercício isolador crucifixo inclinado. Crucifixo é um ótimo exercício e com exceção aos supinos, é o preferido de muitos atletas. A variação inclinada irá recrutar ainda outras fibras visando complementar o esforço já despendido no supino inclinado.
3-Para finalizar o tradicional supino reto com barra. Daremos agora ênfase a porção média do peitoral, complementando todo o esforço anterior e recrutando as demais fibras. Como halteres são mais ‘instáveis’ optamos por iniciar com eles. O supino reto possui maior dificuldade em ser executado com halteres, e eventualmente é necessário um parceiro de treino dependendo da carga. Por este motivo e, por a musculatura já estar bem fadigada optamos pela maior segurança e estabilidade da barra.

O treino

4×10-12 Supino inclinado (com halteres)
3×10-12 Crucifixo inclinado
3×10-12 Supino reto

Sempre lembrando que 3 exercícios são mais que suficientes para trabalhar todo o peitoral, desde que executados com boa intensidade. Daremos ênfase ao supino inclinado com halteres, e os demais serão exercícios complementares.
Saiba da importância do descanso e da alimentação. Só com boa alimentação e descanso obterá o máximo dos treinamentos.

Para finalizar, tenha bom senso e saiba encaixar a rotina sugerida em seu treinamento. Na dúvida, sempre procure a orientação de seu instrutor ou um profissional da área de sua confiança.

Atualizado em: 21/08/2018 na categoria: Treino de Musculação